"

Teresina - PI
março 2, 2024 03:14

Siga-nos

Teresina - PI
março 2, 2024 03:14

Veja foto do motoqueiro que participou do assassinato do estudante João Pedro

Daniel de Sousa Barbosa
Daniel de Sousa Barbosa

Daniel de Sousa Barbosa, de 27 anos, está sendo procurado pelas forças policiais do Piauí. Segundo o Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), ele era o piloto da motocicleta utilizada no assassinato do estudante de Direito, João Pedro, de 22 anos, latrocínio que ocorreu na rua Neblina, Vila Samaritana, zona Leste de Teresina. O caso se passou por volta das 16h30 da última sexta-feira (17.03.23).

O comparsa de Daniel, Victor Daniel Moraes Silva, que já tinha sete passagens pelo sistema prisional, foi preso em menos de 24h no pós-crime. Ele quem efetuou o único disparo que ceifou a vida de João Pedro. A arma, inclusive, usada no latrocínio foi apreendida.

Segundo o DHPP, Daniel, o piloto, estava em liberdade condicional. Sua última prisão havia sido na Penitenciária José Ribamar Leite, de onde, pelo visto, não devia ter saído. Caso estivesse preso, muito provavelmente, os familiares não teriam perdido João Pedro.

VIGÍLIA

Nesta noite de terça-feira (21.03.23), familiares e amigos de João Pedro organizaram uma vigília no Parque da Cidadania, Centro de Teresina, para elevar pensamentos positivos a João Pedro, assim como para pedir paz para Teresina e justiça para o caso. Houve soltura de balões na cor branca que coloriram a noite escura que se fazia no céu da capital.

VEJA O VÍDEO ABAIXO:

O CRIME

João Pedro dos Santos, 21 anos, foi morto em uma tentativa de latrocínio registrado por volta das 16h30 desta sexta-feira (17.03.23), na rua Neblina, zona Leste de Teresina. Ele era acadêmico do curso de graduação em Direito e também trabalhava vendendo cosméticos para salões de beleza.

Tentativa de latrocínio na Vila Samaritana
Tentativa de latrocínio na Vila Samaritana

A dinâmica do crime é que dois suspeitos abordaram a vítima e houve uma reação, seguida de tiro efetuado pelos criminosos. “Segundo informações, os elementos chegaram para assaltar ele, ele reagiu e os elementos efetuaram um disparo de arma de fogo. Dois homens em uma moto”, informou o sargento Lopes, do 5º Batalhão de Polícia Militar.

João Pedro caiu sem vida por cima de sua própria motocicleta, seu corpo ficou contorcido. Ele havia acabado de sair de sua residência, localizada há dois quarteirões da cena do crime.

DESABAFO

Em um momento de extrema lucidez e humanidade, apesar do pranto em razão da perda do filho de 22 anos, o pai de João Pedro Teixeira, jovem assassinado em um latrocínio por volta das 16h30 desta sexta-feira na Vila Samaritana em Teresina, concedeu entrevista à TV Meio Norte e desabafou sobre o luto que vive e tudo que estava sentindo ao ver o corpo de seu filho caído no chão e sem vida.

O homem informou que o rapaz cuidava de uma loja que vende cosméticos para salões de beleza da capital e, que no momento do crime, João Pedro havia saído para fazer uma entrega na zona Sudeste, mas sequer teve tempo de concluir a venda.

O pai do jovem também disse que João Pedro trabalhava desde criança e que aos 15 anos havia assumido a direção da empresa em razão de problemas cardíacos que o patriarca enfrentou. O homem lamentou ainda que o avô de João Pedro esteja internado há 40 dias esperando uma cirurgia e que não sabe se o vô poderá enterrar o filho por conta disso.

VEJA O VÍDEO ABAIXO:

CÂMERA

O portal RP50 teve acesso a 2 vídeos que mostram os suspeito de terem matado o estudante de Direito João Pedro Teixeira, de 22 anos, na tarde desta Sexta-feira (17.03.30), na Vila Samaritana, Zona Leste de Teresina.

Em um dos vídeos é possível ver a dupla crimonosa passar em uma motocicleta. No segundo momento, ainda que de um ângulo distante, uma câmera flagrou o momento em que João Pedro foi abordado, tentou fugir dos bandidos, mas é alvejado no pescoço e cai de sua moto sem vida.

VEJA O VÍDEO ABAIXO:

PRISÕES

Três homens foram presos na tarde de sábado (18.03.23). Um deles é Victor Daniel Moraes Silva, que já possui passagens pelo sistema prisional e estava solto. Ele é um dos acusados de ter participado do latrocínio que tirou a vida do estudante de Direito João Pedro Teixeira, de 22 anos. O crime ocorreu por volta das 16h de ontem (17), na rua Neblina, Vila Samaritana, zona Leste de Teresina.

Trio preso em Teresina
Trio preso em Teresina

Informações colhidas pelo Portal RP50 apontam que Victor seria o “garupa” da moto. Com ele localizaram a arma que teria sido utilizada no crime. Foi Victor o autor do disparo. Victor, logo após o crime, teria ido em sua residência e trocou de roupa no sentido de dificultar ser identificado pelas investigações, entretanto, até a roupa que ele usou no latrocínio foi apreendida e será acrescida ao inquérito.

Desde o ano de 2020, o preso possui oito passagens pela polícia pelos crimes de roubo, receptação, porte ilegal de armas e latrocínio. O segundo preso foi A.M.S, 21 anos, que é acusado de ser o receptador dos objetos roubados que estavam de posse da dupla executora. O terceiro envolvido R.F.O, acusado de apoio à dupla, facilitou a fuga dos indivíduos após a execução.

Estes dois últimos foram liberados após prestarem depoimento.

VEJA O VÍDEO ABAIXO:

Notícias relacionadas:

Estudante de Direito reage a assalto e é morto em Teresina

“Você, que matou meu filho, um dia vai pagar na Lei de Deus”, desabafa paii de João Pedro

Câmera flagrou momento que estudante João Pedro foi assassinado em latrocínio

Por Zilro Carvalho

Portal RP50

Portal RP50

Roubados e Perdidos

[wpdreams_ajaxsearchlite]