"

Teresina - PI
maio 28, 2024 17:13

Siga-nos

Teresina - PI
maio 28, 2024 17:13

Acusado de estuprar enteada por 12 anos morreu por asfixia, aponta IML

O atestado de óbito emitido pelo Instituto de Medicina Legal (IML) apontou que a morte de Raimundo Nonato Sousa, 64 anos, foi provocada por uma asfixia. O cadáver de Raimundo foi encontrado por um caseiro na tarde dessa quarta-feira (26), em um matagal no bairro Morros, zona leste de Teresina.

O homem é acusado de estuprar a própria enteada dos quatro aos 16 anos de idade, ou seja, por 12 anos seguidos.

A informação foi obtida com exclusividade pela Equipe RP50 na tarde desta quinta-feira (27). O corpo de Raimundo Nonato foi reconhecido pela ex-mulher que esteve no IML hoje pela manhã.

O médico legista liberou o cadáver por volta das 17h. Familiares do indivíduo levaram o corpo para ser sepultado no município de Campo Maior, a 84 km de Teresina.

O caso é acompanhando pelo DHPP.

Prisão

Ele chegou a ser preso no último dia 18 de outubro, quando teria procurado a neta da companheira para pressioná-la a não fazer uma denúncia contra ele, mas acabou solto durante audiência de custódia. No dia seguinte, os moradores do bairro Usina Santa e Jardim Europa fizeram uma passeata como forma de protesto pedindo a prisão do homem. O caso repercutiu em toda a Imprensa local.

Caso de estupro

Em entrevista à Imprensa, o pai da menor de idade preferiu resguardar sua identidade, mas revelou que as violências foram descobertas há cerca de dois meses, quando a garota passou mal devido a ansiedade que desenvolveu em razão dos abusos sofridos. Ela atualmente faz uso de medicamentos. Ocorreu uma situação em que a jovem passou mal e ficou desacordada, sendo necessário levá-la a um hospital, oportunidade em que descobriram as conversas de Raimundo com a garota através do celular dela. Ele ameaçava e chantageava a vítima, dizendo que se ela denunciasse os estupros, quem pagaria seria a avó dela.

ABAIXO O RELATO DO PAI DA VÍTIMA NA ÍNTEGRA:

“Foi o seguinte: a minha filha L.V.N. foi criada com a avó e o esposo da avó, manipulando, começou a estuprar ela desde os quatro anos de idade. Hoje ela já tem 16 anos, ou seja, já tem 12 anos abusando, tendo um relacionamento com ela praticamente como homem e mulher. E agora recente, ela se sentindo uma jovem, vendo as amigas dela tendo namorado e tudo, ela exigiu que fosse morar comigo. Foi morar comigo e aí o homem (marido da avó) demonstrou o lado ciumento e começou a manipular ela, ameaçar. Ela entrou num processo de ansiedade, começou a desmaiar, estamos com mais de quatro semanas com ela passando mal, sem ir pra escola, viajando com ela pra ver se ela melhorava, no entanto, ela sempre tendo os desmaios. Agora a gente conseguiu quando ela foi internada, a minha irmã conseguiu através do celular dela a origem do que estava acontecendo. Até então eu não tinha conhecimento, ela nunca havia falado nada. Ele manipulou ela muito bem e a gente tomou conhecimento. Entrei em contato com um delegado conhecido meu para me orientar, a gente foi na DPCA, estávamos aguardando a Justiça fazer o papel dela”, disse o pai da jovem.

NOTÍCIA RELACIONADA

1º MÃO: corpo encontrado na zona Leste é de idoso que estuprou a enteada por 12 anos

Por: Fábio Wellington

Picture of Portal RP50

Portal RP50

Roubados e Perdidos

[wpdreams_ajaxsearchlite]