"

Teresina - PI
abril 19, 2024 12:14

Siga-nos

Teresina - PI
abril 19, 2024 12:14

“Quando essa pátria pediu liberdade, o 1° que lutou foi o Piauí”, diz governador

Governador Rafael Fonteles em discurso durante evento em Campo Maior

Na manhã desta segunda-feira (13.03.23) foi realizado o evento comemorativo em alusão ao 200º aniversário da Batalha do Jenipapo, no município de Campo Maior, situado 83 quilômetros ao Norte de Teresina, capital do Piauí. A equipe do Portal RP50 acompanhou de perto a solenidade que aconteceu no Monumento Heróis do Jenipapo.

Durante o evento foi realizado:

  • Visita ao cemitério memorial onde estão enterrados mais de 200 piauienses;
  • Desfile Cívico Militar;
  • Apresentação da peça teatral A Batalha do Jenipapo;
  • Outorga da Ordem Estadual do Mérito Renascença do Piauí;

Bastante prestigiada, a celebração contou com a presença do ministro Wellington Dias, governador Rafael Fonteles, vice-governador Themístocles Filho, deputados estaduais e federais do Piauí, prefeito de Campo Maior, Joãozinho Félix, líderes das Forças Armadas e de Segurança, além dos homenageados com a Medalha “do Mérito do Renascença.”Heróis do Jenipapo”.

O governador Rafael Fonteles falou a respeito desta data e sua importância para o povo do Piauí.

“Aqui é um momento de muita relevância para o país. Quando essa pátria pediu liberdade, o primeiro que lutou foi o Piauí. Os parnaibanos deram nosso grito de independência na província de Parnaíba. Porém foi aqui a batalha sangrenta com pelo menos 200 mortos, mas foi muito mais. E cerca de apenas 30 homens das tropas portuguesas morreram. Os portugueses venceram essa batalha, mas se não fosse esse movimento talvez tivéssemos um Brasil no Centro Sul, com uma parte do Nordeste, e somente depois o Norte brasileiro teria se tornando independente, talvez, formando uma outra nação”, lembrou.

Este embate, que foi crucial para o processo de emancipação do Brasil, é lembrado até hoje como um gesto de coragem, onde o bem da maioria se sobrepôs ao medo de perder a vida. Assim, em 1973 foi criado um monumento na cidade de Campo Maior para homenagear as pessoas que se sacrificaram na Batalha do Jenipapo, que completa 200 anos, em 2023.

O presidente Lula gravou uma mensagem parabenizando e enaltecendo o povo do Piauí. “Em Campo Maior, no Piauí aconteceu um marco importante da consolidação da independência do Brasil. Temos muito a agradecer. E cada homem, cada mulher sabe que contará com a minha gratidão e apoio para as novas vitórias. Feliz dia da independência, abraços ao brado povo do Piauí”, disse.

Apresentação da peça teatral A Batalha do Jenipapo:

A encenação da Batalha do Jenipapo, o último grito de Independência, narra os fatos e dramas vividos durante a luta em Campo Maior, são 170 atores entre profissionais, estudantes de teatro e artistas, sob a direção de Franklin Pires. A peça canta as desventuras de um povo heroico, que é o povo piauiense. Participam da encenação da peça o próprio secretário de Cultura, Carlos Anchieta, ex-BB Gyselle Soares, entre outros artistas como Bia Magalhães e Bid Lima.

VEJA O VÍDEO ABAIXO:

Por Débora Machado

Notícias relacionadas:

Batalha do Jenipapo 2023: O Último Grito de Independência

Políticos reafirmam importância da Batalha do Jenipapo para Independência do Brasil

Portal RP50

Portal RP50

Roubados e Perdidos

[wpdreams_ajaxsearchlite]