"

Teresina - PI
junho 19, 2024 06:59

Siga-nos

Teresina - PI
junho 19, 2024 06:59

Movimento de Terreiro divulga nota de repúdio após prisão de falso “pai de santo”

O Movimento de Terreiro do Piauí publicou uma nota de repúdio nessa sexta-feira (06.01.23), sobre o caso do “pai de santo” preso na última quinta-feira (05.01.23) acusado de estuprar diversas mulheres no município de Elesbão Veloso, cidade localizada a 163 quilômetros de Teresina.

Em nota o Movimento de Terreiro esclarecer que “não existe nenhum rito, nenhuma manifestação que exija o toque em partes íntimas em Homens, Mulheres, Crianças ou Idosos e tampouco relação sexual com fins de cura, seja física ou espiritual dentro da espiritualidade dos nossos templos.

O delegado Felipe Andrade também falou sobre o caso e deu detalhes de como as vítimas eram atraídas pelo “pai de santo”.

“Essas vítimas procuravam o trabalho dele e ele no momento que estava fazendo os trabalhos  dizia que as entidades, os espíritos, estavam determinando que elas fizessem relação com ele e que se elas não fizessem a relação essas mulheres não teriam a almejada cura ou poderiam morrer ou algum familiar morrer”, disse o delegado.

O Movimento também destaca a importância das vítimas denunciarem os casos de abuso às autoridades competentes “qualquer tipo de chantagem ou ameaça que exija este tipo de ato deve ser denunciada aos órgãos competentes de segurança.”

Duas mulheres da mesma família também foram vítimas do acusado, sendo a mãe e uma adolescente de 15 anos, que seria a quarta vítima. Mas por ter se apaixonado e tido um relacionamento com o criminoso não quis registrar boletim de ocorrência.

O homem, que não teve seu nome divulgado, foi preso após a Polícia Civil dar cumprimento ao mandado de prisão preventiva expedido contra ele. Ele foi capturado em sua casa e será indiciado pelo crime de estupro.

Acompanhe na integra a nota do Movimento de Terreiro do Piauí:

NOTA DE REPÚDIO

O Movimento de Terreiro do Piauí vem a público de maneira firme manifestar repúdio total a um falso sacerdote preso em Elesbão Veloso por assédio, importunação sexual e abuso praticados contra mulheres daquele município sob justificativa de que isso seria parte de processo de cura espiritual.

O Movimento de Terreiro do Piauí aproveita a oportunidade para esclarecer a toda sociedade piauiense que não existe nenhum rito, nenhuma manifestação que exija o toque em partes íntimas em Homens, Mulheres, Crianças ou Idosos e tampouco relação sexual com fins de cura, seja física ou espiritual dentro da espiritualidade dos nossos templos. Desta forma, qualquer tipo de chantagem ou ameaça que exija este tipo de ato deve ser denunciada aos órgãos competentes de segurança.

Jamais, em hipótese alguma, nenhum Ser de Luz, nenhuma Entidade, nenhum Encantado ou Orixá permitiria esse tipo de conduta, seja por parte dos pais e mães de santo, como por parte do corpo mediúnico dos terreiros. O abuso sexual é combatido diariamente por todos os segmentos sociais. Portanto, o Movimento de Terreiro do Piauí faz votos para que o preso responda criminalmente pelos atos cometidos em face das vítimas.

O Movimento de Terreiro do Piauí tem por premissa o combate à Intolerância Religiosa, a prática da Caridade, do bem estar social, rogando pela paz, união e relacionamentos cordiais entre os adeptos e simpatizantes as Religiões de Matriz Afro e demais correntes espirituais.

Teresina (PI), 06 de janeiro de 2023

REDAÇÃO RP50

Grupo Vip

Apoie a equipe RP50 de Jornalismo e ajude este site independente a se manter no ar divulgando a Notícia com Segurança e em 1º mão. Você ajuda com apenas R$ 10 mensal. Assim, você será adicionado em um grupo VIP no WhatsApp com a equipe de jornalistas do portal e receberá informações, fotos e vídeos antes de todo mundo, além de conteúdo que nem sempre é publicado nas redes sociais ou no portal. Mande agora mesmo uma mensagem para 86 9 9556-5907 e participe. Você ainda vai poder acompanhar os bastidores das reportagens e interagir com pessoas de todo o Piauí.

Picture of Portal RP50

Portal RP50

Roubados e Perdidos

[wpdreams_ajaxsearchlite]