"

Teresina - PI
abril 15, 2024 18:02

Siga-nos

Teresina - PI
abril 15, 2024 18:02

PM reforça policiamento preventivo no ambiente escolar em todo o Piauí

Policiamento nas escolas do Piauí
Policiamento nas escolas do Piauí

A Secretaria de Segurança Pública, através da Companhia Independente de Pelotão Escolar (Cipe) da Polícia Militar do Piauí, reforçou durante toda a semana o policiamento preventivo em escolas de todo o estado, promovendo a  sensação de segurança e tranquilidade para os estudantes, pais e sociedade, diante da circulação de notícias falsas de possíveis ataques nas unidades de ensino. 

De acordo com o capitão Antônio Carmos, comandante da CIPE, foram cinco dias intensos de trabalhos no monitoramento das escolas e junto aos gestores, com orientação acerca de protocolos internos e dicas de segurança. Além da Polícia Militar, demais órgãos de rede protetiva, como a Secretaria de Educação, Polícia Civil, Ministério Público e entre outros, estiveram envolvidos nas ações de planejamento. 

Já na manhã desta sexta-feira (14), foi realizado o 2° dia de capacitação de agentes de portaria e gestores escolares, junto a SEDUC. 

“No dia de hoje, quinto dia de trabalho efetivo de toda essa equipe, tivemos vários pontos positivos, desde a identificação dos autores das fake news, as suas apreensões, e a busca da responsabilização junto ao poder judiciário. As escolas estão voltando à normalidade, os pais foram orientados. Hoje estamos aqui finalizando a capacitação dos vigilantes das escolas, dos gestores, dessa questão da segurança do ambiente escolar. Segunda-feira nós vamos fazer o ciclo de formação no interior do estado e vamos iniciar pela 18ª regional que vai ser na cidade de Altos, onde ali vai se reunir vários gestores das cidades circunvizinhas da área que pertence a décima oitava regional, onde nós vamos levar a capacitação com um protocolo de segurança, capacitando os vigias e os gestores, com dicas de segurança para o ambiente escolar”, adiantou. 

Viviane Holanda, superintendente de Gestão da Educação Básica e Superior da SEDUC, explicou que o objetivo da capacitação e formação dos agentes de portaria das escolas e gestores, é reforçar a orientação e informação sobre as questões de segurança relacionadas às unidades de ensino.

“O objetivo é principalmente orientar sobre questões de segurança relacionadas às escolas. Estamos num momento muito positivo, nesse momento nós estamos com cerca de 400 pessoas entre gestores escolares e agentes de portaria e o objetivo principal é trazer não só a sensação de segurança, mas informação e formação para os agentes de portaria, que são as pessoas que estão nas portas das escolas. Além disso, trazer para os gestores escolares mais segurança porque a escola é lugar de acolhimento, de inclusão, de aprendizado, e precisa ser um espaço reservado para a cultura de paz e de segurança nas escolas”, reitera.

Para a superintendente, a parceria da Seduc e SSP, através da Polícia Militar, não tem medido esforços para promover paz e segurança no ambiente escolar. 

“Esse é o nosso propósito, fruto dessa parceria com a CIPE da Polícia Militar que não tem medido esforços. Essa parceria entre a Secretaria de Educação e a Polícia Militar que não tem medido esforços para nos apoiar. O time da CIPE para nos apoiar nesse enfrentamento às questões de violências nas escolas, a essas situações que estão agora causando um certo tumulto nas escolas. Mas a gente precisa trazer a sensação de paz e segurança para todo mundo. E essa parceria forte e firme que tem realmente trazido, retomado, recuperado o objetivo principal que as escolas têm que é realmente um espaço de fazer a aprendizagem acontecer”, completa Viviane Holanda.

Cuidado com as notícias falsas.

Outro ponto destacado pelo capitão é o compartilhamento de informações de supostos ataques envolvendo escolas sem a devida confirmação da veracidade, pois pode atrapalhar possíveis investigações, o trabalho da própria polícia, além de causar pânico na sociedade e gerar graves consequências.

“Há um ponto importante que nós gostaríamos de orientar toda a população piauiense. Não propague fake News, não curta fake News. Isso é crime. Se você fizer isso estará fazendo um desserviço, estará prejudicando a saúde mental da população. Então não faça isso. Se você viu alguma mensagem, alguma divulgação, que seja fake news, encaminhe imediatamente para as autoridades para que sejam tomadas as providências, mas não faça publicidade sem que primeiro tome conhecimento da veracidade dos fatos”, finaliza.

Zilro Carvalho

Zilro Carvalho

Zilro Carvalho é um investigador aposentado, morador do bairro Areias, que hoje atua fazendo Comunicação Social no Portal RP50.

Roubados e Perdidos

[wpdreams_ajaxsearchlite]