"

Teresina - PI
julho 12, 2024 17:36

Siga-nos

Teresina - PI
julho 12, 2024 17:36

DHPP divide inquérito sobre assassinato de Débora Vitória em 2; entenda

Caso Débora

O inquérito que apura o assassinato de Débora Vitória, criança de seis anos morta em um assalto no último dia 11 de novembro de 2022, foi dividido em dois pela equipe do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil do Piauí.

Em um deles há o indiciamento de Clemilson da Conceição Rodrigues por tentativa de latrocínio, que é o roubo seguido de morte. A PC-PI entende que ele assaltou e baleou Dayane Gomes, mãe de Débora. Já a segunda investigação foca no exame de microcomparação balística com o objetivo de descobrir de onde partiu o tiro que ceifou a vida da criança.

Quando Clemilson abordou Dayane anunciando o assalto no momento em que ela saía de casa com a filha, um policial militar de folga percebeu o crime e reagiu iniciando um confronto com o criminoso, havendo troca de tiro. O laudo é para identificar se o tiro partiu da arma do PM ou da de Clemilson.

“A última atualização foi no domingo, dia 20, quando finalizamos o auto de prisão em flagrante. Tínhamos dez dias para finalizar porque se tratava de réu preso, o rapaz foi autuado dia 11 de novembro e tínhmos até dia para concluir. No entanto ainda estão pendentes laudos que são importantes para saber as circunstâncias da morte da criança , dentre eles a microcomparação balística que é fundamental, só que nesse prazo de 10 dias era humanamente impossível um laudo que é meticuloso, tem que ser feito com cuidado, então a alternativa foi indiciar o rapaz pela tentativa de latrocínio, só que figurando como vítima a mãe da criança, que de fato foi alvejada, ela é categórica em afirmar que o disparo partiu do Clemilson, o autuado, que atingiu a coxa direita dela e saiu na região do cóccix, ou seja, a bala transfixou o corpo e não tínhamos como fazer microcomparação porque o projétil se perdeu. Foi instaurado um novo inquérito para apurar as circunstâncias da morte da criança, estamos aguardando o laudo da microcomparação para que ao final de que arma partiu o disparo que vitimou a criança”, explicou Nathália Figueiredo, delegada que preside o inquérito.

Clemilson foi preso pelas equipes da Força Tarefa da Secretaria de Segurança Pública do Piauí três horas após o crime. Durante a perseguição, ele foi baleado. O militar já prestou depoimento e entregou sua arma para a perícia.

VEJA O VÍDEO ABAIXO:

Por Valciãn Calixto

Notícias relacionadas:

Bandido mata criança de 6 anos tentando assaltar mulher no Ilhotas

Mãe de criança morta no Ilhotas foi atingida com tiro na coxa; bala saiu no glúteo

1º MÃO: PM prende bandido suspeito de balear mãe e matar criança no Ilhotas

GRUPO VIP

Apoie a equipe RP50 de Jornalismo e ajude este site independente a se manter no ar divulgando a Notícia com Segurança e em 1º mão. Você ajuda com apenas R$ 10 mensal. Assim, você será adicionado em um grupo VIP no WhatsApp com a equipe de jornalistas do portal e receberá informações, fotos e vídeos antes de todo mundo, além de conteúdo que nem sempre é publicado nas redes sociais ou no portal. Mande agora mesmo uma mensagem para 86 9 9556-5907 e participe. Você ainda vai poder acompanhar os bastidores das reportagens e interagir com pessoas de todo o Piauí.

Picture of Portal RP50

Portal RP50

Roubados e Perdidos

[wpdreams_ajaxsearchlite]